Archive for the ‘ Drama ’ Category

Candy (2006)

Nesse filme genial, Heath Ledger interpreta um viciado em drogas (Dan) que namora Candy (Abbie Cornish). Os dois vão vivendo a vida juntos e arranjando maneiras de sustentar o vício de ambos. Obviamente, surgem diversas complicações que consomem o relacionamento e o levam para um inevitável e triste fim.

[Resenha a seguir]

Continue lendo

O Vôo da Coruja (Cry of the Owl – 2009)

O jovem Robert (Paddy Considine) muda-se para uma pequena cidade. Lá encontra uma pausa para observar secretamente o dia a dia de sua vizinha Jenne (Julia Stiles). Ao perceber que está sendo observada, Jenne sente uma estranha atração e curiosidade, então convida Robert para entrar em sua casa, e iniciam uma relação, que para ele trará consequências devastadoras. Ao ser surpreendido pelo ex-namorado ciumento de Jenne, iniciam uma briga que deixa Robert ferido e inconsciente, ao acordar descobre que é o principal suspeito de um assassinato e agora terá que provar sua inocência.*

Continue lendo

Eloïse’s Lover (2009)

“Eloïse’s Lover” narra a trajetória de Asia (Diana Gómez), uma jovem de 18 anos que está no hospital em estado de coma e é assistida pela mãe e o namorado, Nathaniel (Bernat Saumell). O filme conta como Asia foi parar no hospital, sua relação com a mãe, suas amigas e namorado e, principalmente, com Eloïse (Ariadna Cabrol), uma enigmática moça que a introduzirá em um novo mundo de sensações. Com ela, Asia será obrigada a relembrar de um doloroso episódio de seu passado, que sua mãe não está disposta que ela se recupere. Finalmente, enfrentando tudo e todos, Asia lutará para ser feliz em sua relação com Eloïse.

Continue lendo

Sweeney Todd: O barbeiro demoníaco da Rua Fleet

tão poderoso com essa lâmina em mãos

Sem enrolações: minha internet é ruim, e não deu tempo de assistir um filme mais novo pra postar por aqui. Então eu vou postar sobre Sweeney Todd, que é lindo, cantante, sangrento (de novo?), e apesar de ser um musical (eu odeio musicais, só pra constar) não é enjoado! E eu não sou suspeita pra falar, um musical tem que realmente ser bom pra que eu consiga assistir inteiro (é sério). A única coisa em que eu sou suspeita nesse filme é a junção que eu adoro: Tim Burton e Johnny Depp – só com a exceção de Alice que foi Disney mas não foi Burton, mas isso talvez seja assunto pra outro post – (se bem que só sendo Depp já fico feliz).

Voltando ao filme: é de 2007, e eu nem preciso reassistir pra comentar, considerando que já devo ter visto mais de 10 vezes. Continue lendo